Aumentar Tamanho do Texto Tamanho do Texto Selecionado
HOME
Clique em um dos links abaixo
DESENVOLVIMENTO DA VISÃO
CONJUNTIVITES
ALERGIAS
TOXOPLASMOSE
RETINOBLASTOMA
DOENÇAS INFECCIOSAS
AMBLIOPIA
CATARATA CONGÊNITA
GLAUCOMA CONGÊNITO
VISÃO SUBNORMAL
MÁ-FORMAÇÕES
LACRIMEJAMENTO
Clique em um dos links abaixo
PRINCIPAIS PROBLEMAS
RETINOPATIA DA PREMATURIDADE
EXAMES OCULARES
CIRURGIAS OCULARES
NOTÍCIAS
ARTIGOS - VOCÊ ESTÁ AQUI
APRESENTAÇÃO A MÉDICA FALE CONOSCO ACESSO
Artigos

Shake Baby Syndrome ou Síndrome do Bebê Sacudido Parte II

30/04/2010 - Como o médico chega ao diagnóstico?

Não é nada fácil, mas a suspeita é levantada quando a queixa que leva a criança ao médico não condiz com os achados de exame. E o final pode revelar uma criança politraumatizada e até mesmo com cicatrizações de traumas antigos.

A síndrome é grave e a equipe médica tem o dever de informar as autoridades competentes sobre a suspeita de violência, no intuito de proteger esta criança. Nem sempre é necessário afastar a criança do convívio familiar e um programa bem estruturado de orientação pode evitar todo o problema.

No Brasil não temos dados ou estudos que mostrem nossas estatísticas diante do problema da Síndrome do Bebê Sacudido, o que pode significar que temos menos casos deste tipo ou que a síndrome é subdiagnosticada.


Porque este problema existe hoje, quando temos a ilusão de que a humanidade está mais sensível às causas de dor?

O uso de álcool, drogas e a sobrecarga social dos pais são o pano de fundo de muitos casos. Outro ponto a ser pensado é a falta de conhecimento por parte dos pais e cuidadores sobre a possibilidade das sacudidelas provocarem traumas graves*.

Todo tipo de movimento brusco que joga a cabeça em manobra de vai-e-vem pode lesionar fibras nervosas importantes, deixando sequelas para o resto da vida. Estes movimentos podem estar presentes também nas brincadeiras que os adultos costumam fazer com as crianças.

*Over a 5-year period, the rate of shaken baby syndrome in the counties with the education program decreased by 66%, while the rate in the other counties remained the same.

Publicado em: 20/04/10


Bibliografia consultada

Do educational materials change knowledge and behaviour about crying and shaken baby syndrome? A randomized controlled trial.
Barr RG; Barr M; Fujiwara T; Conway J; Catherine N; Brant R
CMAJ; 180(7): 727-33, 2009 Mar 31.

Fragile brain, handle with care.
Dart J; Cumberland S
Bull World Health Organ; 87(5): 331-2, 2009 May.
Artigo [ PMID: 19551247 ]

Preventing head trauma from abuse in infants.
Jenny C
CMAJ; 180(7): 703-4, 2009 Mar 31.
Artigo [ PMID: 19332746 ]

"Benign" shaken baby syndrome. Case report.
Martínez-Lage, J. F; Ros de San Pedro, J; Puche, A; Pérez-Espejo, M. A
Neurocirugia (Astur); 17(4): 348-350, abr. 2006. ilus.
Artigo [IBECS ID: ibc-52164 ]

The sound of chains: a tragedy.
Spike J
J Clin Ethics; 16(3): 212-7, 2005.
Artigo [ PMID: 16302545 ]


When should ethics consultants risk giving their personal views?
Howe EG
J Clin Ethics; 16(3): 183-92, 2005.
Artigo [ PMID: 16302540 ]

Síndrome do Bebê Sacudido.
Lesões cerebrais resultantes de agitações vigorosas de um lactente ou criança jovem atingindo tórax, ombros ou extremidades, causando aceleração rotacional craniana extrema. É caracterizada por hemorragias intracranianas e intra-oculares sem trauma externo evidente. Casos críticos podem resultar em morte.
Terminologia [DeCS - Descritores em Ciências da Saúde ID: 037284 ]

Ocular pathology in shaken baby syndrome and other forms of infantile non-accidental head injury.
Matschke J; Puschel K; Glatzel M
Int J Legal Med; 123(3): 189-97, 2009 May.
Artigo [ PMID: 18936952 ]


360 degree giant retinal tear as a result of presumed non-accidental injury.
Lash SC; Williams CP; Luff AJ; Hodgkins PR
Br J Ophthalmol; 88(1): 155, 2004 Jan.
Artigo [ PMID: 14693797 ]


A finite element infant eye model to investigate retinal forces in shaken baby syndrome.
Hans SA; Bawab SY; Woodhouse ML
Graefes Arch Clin Exp Ophthalmol; 247(4): 561-71, 2009 Apr.
Artigo [ PMID: 19052768 ]

Unilateral retinal hemorrhages in shaken baby syndrome.
Arlotti SA; Forbes BJ; Dias MS; Bonsall DJ
J AAPOS; 11(2): 175-8, 2007 Apr.

Vitrectomy for dense vitreous hemorrhage in infancy.
Simon J; Sood S; Yoon MK; Kaw P; Zobal-Ratner J; Archer S; Gardiner JA; Hutchinson A; Marcotty A; Noel LP; Olsen TW; Tawansy K; Wallace D
J Pediatr Ophthalmol Strabismus; 42(1): 18-22, 2005 Jan-Feb.

Ophthalmology of shaken baby syndrome.
Levin AV
Neurosurg Clin N Am; 13(2): 201-11, vi, 2002 Apr.
Artigo [ PMID: 12391704 ]

Update on shaken baby syndrome: ophthalmology.
Mungan NK
Curr Opin Ophthalmol; 18(5): 392-7, 2007 Sep.
Artigo [ PMID: 17700232 ]

Update from the ophthalmology child abuse working party: Royal College ophthalmologists.
Adams G; Ainsworth J; Butler L; Bonshek R; Clarke M; Doran R; Dutton G; Green M; Hodgkinson P; Leitch J; Lloyd C; Luthert P; Parsons A; Punt J; Taylor D; Tehrani N; Willshaw H+ Child Abuse Working Party
Eye (Lond); 18(8): 795-8, 2004 Aug.

Shaken baby syndrome. Ocular and computed tomographic findings.
Spaide RF
J Clin Neuroophthalmol; 7(2): 108-11, 1987 Jun.

Shaken baby syndrome diagnosed by magnetic resonance imaging.
Levin AV; Magnusson MR; Rafto SE; Zimmerman RA
Pediatr Emerg Care; 5(3): 181-6, 1989 Sep.




Imprimir  









30/04/2010 - Shake Baby Syndrome ou Síndrome do Bebê Sacudido Parte II













O conteúdo deste site tem fins informativos e não pretende
substituir a consulta ou tratamento oftalmológico
Política Copyright Sitemap Sintonia Comunicação