Aumentar Tamanho do Texto Tamanho do Texto Selecionado
HOME
Clique em um dos links abaixo
DESENVOLVIMENTO DA VISÃO
CONJUNTIVITES
ALERGIAS
TOXOPLASMOSE
RETINOBLASTOMA
DOENÇAS INFECCIOSAS
AMBLIOPIA
CATARATA CONGÊNITA
GLAUCOMA CONGÊNITO
VISÃO SUBNORMAL
MÁ-FORMAÇÕES
LACRIMEJAMENTO
Clique em um dos links abaixo
PRINCIPAIS PROBLEMAS
RETINOPATIA DA PREMATURIDADE
EXAMES OCULARES - VOCÊ ESTÁ AQUI
CIRURGIAS OCULARES
NOTÍCIAS
ARTIGOS
APRESENTAÇÃO A MÉDICA FALE CONOSCO ACESSO
Exames Oculares

Reflexo Vermelho

O Reflexo Vermelho é o reflexo que vem através das pupilas quando estas são submetidas a uma fonte de luz. Este reflexo é, muitas vezes, observado em fotografias com flash.

Criança com Reflexo Vermelho normal. A parte interna da retina saudável é vermelha (veja ao lado). Por este motivo a luz reflete esta cor.


O Reflexo Vermelho normal (em tons de vermelho, laranja ou amarelo, dependendo da incidência de luz e da pigmentação da retina), mostra que as principais estruturas internas do olho (córnea, câmara anterior, íris, pupila, cristalino, humor vítreo e retina) estão transparentes, permitindo que a retina seja atingida pela luz, de forma normal.

Quando há alteração na estrutura do olho, geralmente não se observa o reflexo, ou este não se apresenta com uma boa qualidade. Estas alterações são diagnosticadas pelo oftalmologista através do Teste de Reflexo Vermelho, exame obrigatório em alguns Estados brasileiros.

Na foto ao lado, Reflexo Vermelho anormal. Leucocoria denuncia presença de retinoblastoma.


Como é realizado o exame de Reflexo Vermelho

O Teste de Reflexo Vermelho é simples e rápido. O pediatra deve examinar os olhos como faz com deformidades físicas.

  • O exame deve ser realizado na penumbra, para facilitar a dilatação das pupilas.

  • Quando houver dúvida ou dificuldade em realizar o exame, pingar uma gota de tropicamide a 0,5% 30 minutos antes para dilatar a pupila e facilitar o exame.

  • O pediatra usará uma lanterna e um oftalmoscópio direto que deverá ser colocado a uma distância de cerca de 1 metro dos olhos da criança.

  • O oftalmoscópio deve ser usado para pesquisar o Reflexo Vermelho simultaneamente nos dois olhos e a lanterna para examinar os reflexos fotomotores e a face, observando as assimetrias nas hemifaces.

  • Devem ser inspecionados os supercílios, margens orbitárias, fenda palpebral, pálpebras, cílios, conjuntiva, pontos lacrimais, saco e glândula lacrimal.

  • Nos olhos, devem ser observadas as estruturas anatômicas do olho e possíveis diferenças no seu tamanho ou posição.

  • Se for encontrado um reflexo diferente entre os olhos, ou a presença de um reflexo branco-amarelado, esta criança deverá ser avaliada com urgência pelo oftalmologista.


Quais patologias podem ser encontradas

O Teste de Reflexo Vermelho pode detectar reflexos diferentes entre os olhos, ou presença de reflexo branco-amarelado visto através da pupila, chamado pelos oftalmologistas de leucocoria. Este reflexo diferente pode significar diferenças no poder refrativo dos olhos, ou seja, grau que pode levar à necessidade de óculos.

As mais importantes causas de leucocoria são a catarata congênita, o retinoblastoma (tumor na retina) a retinopatia da prematuridade e as infecções intra-oculares. O tratamento de todas estas patologias, quando feito antes do período crítico (primeiros três meses de vida) tem resultados muito melhores.

Saiba mais sobre o Reflexo Vermelho e sobre a importância da participação conjunta de pediatras, oftalmologistas e pais na luta pela prevenção da cegueira.


Imprimir  


Reflexo Vermelho

O conteúdo deste site tem fins informativos e não pretende
substituir a consulta ou tratamento oftalmológico
Política Copyright Sitemap Sintonia Comunicação